Cultura de segurança da informação é essencial nas empresas

Desenvolver a cultura de segurança da informação é indispensável no ambiente corporativo. Levando em consideração os inúmeros casos de vazamentos de dados e ataques cibernéticos, não é difícil perceber que as empresas são os alvos favoritos dos criminosos que não medem esforços para obter aquilo que querem.


Da mesma maneira que a tecnologia avança, os métodos de ação dos hackers também evoluem. Isso significa que eles estão sempre aprimorando novas ferramentas de ataque, o que para as corporações, pode representar prejuízos financeiros e a perda da credibilidade no mercado em que estão inseridas.


Pensando nisso, a cultura de segurança da informação reúne um conjunto de práticas que devem ser adotadas para garantir a segurança do ambiente digital corporativo. A seguir acompanhe as principais delas:


Incentivar a consciência

Esse é o primeiro passo que as empresas devem tomar antes de qualquer outro. Muita gente pensa que por ter um negócio pequeno ou uma microempresa, com poucas máquinas, por exemplo, não é preciso investir em segurança.


Mas mesmo que o volume de informações seja reduzido, em comparação com empresas maiores, a tecnologia ainda é importante para administrá-las, visto que atualmente absolutamente tudo é armazenado e acessado digitalmente. E quando tudo está no meio digital, não é impossível ficar exposto a riscos.


Investir em treinamentos

Algumas vezes os erros podem ser cometidos pelos próprios colaboradores e na maioria dessas ocasiões isso acontece por falta de conhecimento sobre determinado processo tecnológico. As ameaças geralmente ficam escondidas em sites, e-mails e arquivos maliciosos; e podem conter Phishing e até mesmo Ransomware.


Mas como o colaborador vai saber evitar esse tipo de problema, se ele não compreende do que se trata? Os treinamentos sobre as novas práticas e sistemas de segurança são importantes para desenvolver uma perspectiva cuidadosa e uma mentalidade responsável em relação à proteção de dados. Abordar assuntos técnicos e explicar como eles funcionam ajuda a entender quando algo diferente do habitual está acontecendo.


Manter uma boa comunicação

Assim como investir em treinamentos, manter uma boa comunicação faz a diferença no ambiente de trabalho. Isso incentiva os colaboradores a relatar problemas que podem acontecer e os deixa à vontade para avisar a área de TI sobre uma possível ameaça.


Crie métricas e documente as políticas de segurança

Esse é um ponto essencial para descobrir qual plano de ação é mais adequado para um negócio. Criar métricas e documentar as políticas de segurança ajuda a identificar os pontos fracos e torna mais fácil desenvolver estratégias que irão favorecer os processos internos.


Conhecer as informações utilizadas, como são tratadas, quais sistemas são utilizados são indispensáveis quando se trata de internet, o que também vai de encontro com a nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), além de facilitar a escolha de soluções que se adaptam a necessidade da empresa.


Se quiser saber mais sobre segurança da informação, continue acompanhando nossas notícias!